>3”'< finalmente o conceito

Avançando no projeto, e pesquisando ainda mais, resolvi pegar numa frase que logo que me deram esta proposta me passou pela cabeça : ‘era uma vez’; uma frase que não me saía da cabaça talvez por ser o clássico das histórias das crianças. Mas como juntar essa frase/conceito à ideias do papel? Interrogando-me e tendo na ideia que eles vendiam casas de bonecas( pouco usual), pensei porque não fazer uma casa de bonecas, com todas as divisórias e objetos em papel, juntando o conceito ‘era uma vez’ criando as histórias que se conta para as crianças?

A variável tempo também contava, e visto ter perdido um pouco mais de tempo do que aquele que devia na pesquisa, decidi fazer a casa de bonecas mas com cenários de papel.

Sabia desde o início que iria existir uma grande carga de trabalhos e poderia não conseguir terminar sendo que a melhor solução seria cortar tudo a laser, mas como nada se consegue sem esforço e visto ter achado piada cortar com bisturi aventurei-me e empenhei-me neste projeto ao máximo.

Imagens de processo

11719846_963651730323736_146046175_n

11352242_963652573656985_443026306_n 11655569_963652570323652_244665388_n 11716044_963652600323649_1199337282_n 11717150_963651743657068_1495764377_n11720087_963651710323738_652879112_n

11655580_963651736990402_583052_n

Anúncios

>2”'< idealizar

Para este projeto queria fugir um pouco à ideia do ano passado, ser algo diferente e cativante. Ao mesmo tempo tinha de ir ao encontro da loja, tinha de mostrar ás pessoas pela minha vitrine o que é que a loja vendia e cativar o cliente a entrar.

Tudo isso fez como que reparasse que a maior parte das coisas que vendiam e que se diferenciava das outras livrarias de crianças eram os brinquedos em papel, os livros em papel; uma arte pouco explorada por mim e que me despertou interesse por essa mesma característica: o desconhecido.

Juntei o útil ao agradável e comecei por fazer uma pesquisa dessa mesma arte do papel. Isto sem ainda ter uma ideia final. Estava a idealizar o processo, e ainda na criação de ideia/conceito.

Apresento alguma da minha pesquisa.

1 1 Alexei Lyapunov,  Ehrlich Lena, Extensão Sala de Artes, recorte de papel 01_siluetas3_0003 01_siluetas2_0003 01_siluetas

9b16767f6f764e21a1faec6c8a62f99e 8ef7c3cf5f406eb179b94d6a0b82e10d 7ffcdfac21cd6abe49de5de48eee57b5 6e0bceb41227452720297d80d682e9aa 5b658bc017798530d0532014ffb82133 4xpkrk0yc8mjbqpdjkxoduvk6 4f85c0d04dc2aaed05600be7ae1765358541a052a15c43f13811c9b7a94fd061 9119ed364d5525e1d40f51b5f3f4f723 images (2) images (1) e39aa401cde90d219a59a3f7b195e1b9 e0fbe75cd6e2d291a7d1a64fdb31d452

>4º PROJETO< Vitrine

Para este 4ºprojeto, o desafio seria decorar uma montra que nos tinha calhado. Com todo o tipo de materiais que quiséssemos, teríamos de criar um mundo diferente do que se costuma ver nas montras do dia-a-dia, algo que captasse a atenção e que traduzisse a loja em si.
A mim calhou-me a loja Edicare rua de Cedofeita; uma loja especialmente para crianças que vende todo o tipo de livros, desdobráveis, pop-ups, papertoys, decoração de quartos e até mesmo casas de bonecas.

sub-marcas_edicare

>5”< projeto final

Apresento o trabalho final do 3º projecto em vídeo, pois será mais fácil de visualizar o efeito final.

Ao longo do projecto surgiram algumas alterações necessárias, mas no final foi dar à ideia inicial: criar uma espécie de um diário em que durante uma semana mostrasse o que comi, e as calorias de cada alimento, e quantas calorias ingeridas no final de cada dia. Para dinamizar mais o diário e dar alguma ‘vida’, cada dia ficou com uma cor diferente, e dependendo das calorias ingeridas a folha é maior ou menor.

>4”< grupo dos alimentos

Roda-(AF)1

CONSTITUIÇÃO DE CADA GRUPO DE ALIMENTOS

Grupos dos cereais e derivados, tubérculos – 28% 
Neste grupo incluem-se os cereais (milho, arroz, trigo, centeio, cevada, …) e seus derivados (pão, tostas, flocos de cereais, massa) e tubérculos (batata, batata-doce, tapioca, …). São excelentes fornecedores de hidratos de carbono complexos e são fonte de vitaminas, sais minerais e fibras.

Grupo dos produtos hortícolas – 23%
Neste grupo incluem-se a couve, os brócolos, a cenoura, a cebola, o alho, a alface, a abóbora, o tomate, etc. São muito ricos em vitaminas, sais minerais, fibras e água.

Grupo da fruta – 20%
Inclui a maçã, o melão, a laranja, os kiwis, os morangos, a ameixa, os figos, etc. São alimentos fornecedores de uma grande quantidade de vitaminas, minerais e água; também fornecem açúcares em pouca quantidade.

Grupo dos lacticínios – 18%
Inclui o leite e produtos lácteos (iogurte, queijo e requeijão). São ricos em proteínas de alto valor biológico (contêm todos os aminoácidos essenciais em proporções adequadas ao organismo) e em vitaminas e minerais como o cálcio e o fósforo.

Grupo da carne, pescado e ovos – 5% 
Inclui a carne, o pescado (peixe, moluscos, marisco) e ovos. Fornecem proteínas de alta qualidade. Também são fornecedores de gordura, vitaminas, e minerais como o ferro.

Grupo das leguminosas – 4%
Inclui feijão (verde, vermelho, frade), grão, favas, ervilhas, lentilhas, etc. São alimentos fornecedores de uma boa quantidade de proteínas vegetais e hidratos carbono complexos; também são boas fontes de vitaminas, minerais e fibra.

Grupo das gorduras e óleos – 2%
Inclui o azeite, a manteiga, a margarina, a banha, óleos de girassol, de milho, etc. São fornecedores exclusivos de lípidos; também transportam as vitaminas A, D, E, K.